Como funciona a pintura eletrostática a pó

Processo que utiliza o princípio elétrico de atração e repulsão de cargas elétricas

A pintura eletrostática é uma forma de garantir a flexibilidade da peça sem ofender a pintura. Quando uma peça é pintada com pó químico, este recebe uma carga elétrica oposta à peça, fazendo com que o pó se fixe na peça. Após tal procedimento, a peça é levada à uma estufa. Quando a estufa aquece, a tinta se liquefaz e posteriormente endurece, formando uma película de alto acabamento, uniformidade e resistência.

Um ótimo exemplo de pintura eletrostática à pó são as molas das motos: mesmo flexionadas, a tinta permanece intacta.

Materiais possíveis para aplicação

Nos processos de pintura de materiais ferrosos, além do visual também é levado em consideração outros fatores como: corrosão, temperatura e resistência mecânica. Principalmente em aplicações que exigem o máximo de durabilidade e exposição a ambientes diversos. Com isso a pintura eletrostática a pó, por meio de muito estudo e desenvolvimento de técnicas operacionais, é a de maior eficiência disponível no mercado.

O diferencial e vantagens da pintura eletrostática

  • Alta proteção superficial
  • Acabamento e aspecto visual durável
  • Grande resistência a impactos.
  • Cobertura uniforme das peças.
  • Alcance da tinta em cavidades de difícil acesso.
  • Ótima aderência.
  • Resistência a altas temperaturas.
  • Resistência à corrosão.
  • Resistência a raios UV.
  • Excelente flexibilidade.

Suas peças terão muito mais qualidade, resistência e flexibilidade com nosso rigoroso controle de qualidade e aplicação de alta tecnologia. Entre em contato para maiores informações.

Posted in Pintura Eletrostática a Pó.